Grande Hotel Budapeste

budapeste

Wes Anderson não se cansa de receber estrelinhas minhas em seu boletim. É um diretor onipresente em cada canto de suas obras, sua autoralidade traz sempre uma estética cheia de preciosismo e a direção de arte impecável que nos coloca assentados em uma louca vontade de morar em seus cenários, somos inevitavelmente içados pelos seus beneméritos visuais. “O Grande Hotel Budapeste” talvez seja uma das grandes aventuras do ano, é história pra neto ouvir, tem pelúcia e também ardência, irrompe o lado estival dos nossos sorrisos de um jeito despretensioso e lúdico. Um espectro que vai além da comédia, projeta um humor inocente e ao mesmo tempo sacana. Eu diria que o diretor engedra em sua narrativa um compasso simples, que se assemelha a de um desenho animado: coloca a premissa, a desmedição, a peripécia e a reviravolta de maneira clara, sem artifícios mirabolantes. Usando uma cromática vintage e personagens caricatos, suas tomadas simétricas parecem wallpapers, cheias de ângulos retos e confortáveis.
Aquele longa de leveza vespertina que não se prolonga no depois, é feito para entreter e contemplar. Mais uma volúpia visual e narrativa que confirma o por que W.A  consegue agradar a hipsters e troianos.

 

O trailer de ~Boyhood~, um filme revolucionário, do mesmo diretor de “Antes da meia noite”.

 

Sinopse:

O filme conta a história de um casal de pais divorciados (Ethan Hawke e Patricia Arquette) que tenta criar seu filho Mason (Ellar Coltrane). A narrativa percorre a vida do menino durante um período de doze anos, da infância à juventude, e analisa sua relação com os pais conforme ele vai amadurecendo. O processo do filme acompanhou de forma verídica por 12 anos o crescimento do ator Ellar Coltrane, ou seja esse foi o tempo de concepção do filme, algo inovador no cinema.

Estreia prevista: 30/10/14

Spring Breakers

spring

impune pela própria falta de censura – e eu não falo de nudez. bondade, não há. as antepassadas princesas da Disney despidas da tal inocência. em Spring Breakers, as músicas de Britney Spears funcionam como um hino endiabrado, levado ao pé da letra da ironia, por garotas que não mais querem voltar para a tal realidade – preguiçosa, entediante, regrada.

não existe bem uma história, são pequenas grandes ações narrativas, orgânicas, picantes, fascinantes, improvisadas, banais – é a sensualidade do vazio. loiras jubilantes, perigosas, sem culpa, fogosas em meio a profusão do cruel, acima de qualquer domínio masculino. um longa clipado, um alucinógeno musical cheio de pensamentos esparsos que emergem em off e se repetem e se perdem.

a cor cítrica dos biquínis, a fotografia experimental com uma “estética Miami”: rosa, verde, laranja. o verão, o neon, os ângulos aparvalhados. cenas inesquecíveis: a dança de “armas dadas” pro pôr do sol, ou a sequencia final, chocante, exuberante e cruel.

James Franco, já te vi tantas vezes, mas essa voltou a ser a primeira. Alien é maldoso e frágil, bundão e perigoso.

uma britadeira sem freios, sem lei, sem pecado, sem escrúpulos, sem perdão, sem amor. uma obra porra louca extremamente aprofundada em sua superficialidade. que estampa com sangue e silicone a diferença entre o imoral e o amoral.

você só pensa que já sabe como será esse filme.

Bola da Índia: receitas que roubei de livrarias

padarias_f_004

Tempo de preparo: 40 minutos
Ingredientes (massa):
6 ovos
1 e ½ xícara (chá) de açúcar refinado
100g de manteiga
1 e ½ xícara (chá) de farinha de rosca
1 colher (chá) fermento em pó
1 colher (café) canela em pó

Modo de Preparo:
1. Separe as gemas das claras.
2. Bata as claras em neve e reserve.
3. Em seguida, bata as gemas com o açúcar e a manteiga até virar um creme.
4. Misture a farinha de rosca, a canela e o fermento em pó e deixe bater bem.
5. Por último, adicione as claras em neve e misture suavemente.
6. Coloque a massa em uma assadeira untada com farinha.
7. Leve para assar em forno pré-aquecido a 180ºC por aproximadamente 20 minutos ou até que a massa esteja dourada e assada por dentro.

Ingredientes (recheio):
1 lata de leite condensado (350g)
2 gemas
30g de margarina
½ xícara (chá) leite

Modo de Preparo:
1. Coloque todos os ingredientes em uma panela, misture bem e leve ao fogo brando, mexendo sem parar até atingir ponto de brigadeiro mole.

Montagem:
1. Depois do bolo assado e frio, corte a massa ao meio e recheie.
2. Coloque a segunda parte do bolo e cubra com o recheio.
3. Polvilhe canela em pó.
4. Está pronto! É só servir.

 

O trailer do novo filme de Woody Allen: “Magic in the Moonlight”, com Emma Stone e Colin Firth.

A sinopse:

Stanley (Colin Firth), um falso mágico com talento para desmascarar charlatões, é contratado para acabar com a suposta farsa de Sophie (Emma Stone), simpática jovem que afirma ser médium. Inicialmente cético, ele aos poucos começa a duvidar de suas certezas e se vê cada vez mais encantado pela moça.

Estréia prevista: Agosto 2014

Whippet – o cão dos hipsters

wippet

Vindo da família dos galgos, antigamente ele era raridade por aqui, era cachorro de rico, na verdade ainda é. Nós o olhávamos com certa aflição, parecia que se espirrássemos perto dele, ele desmontaria. Dizem que ele é usado para caça, e principalmente para corrida, mas ele também é super companheiro, elegante, pouco escandaloso, sem muitos odores e praticamente nenhum sinal de gordura.

images

Whippet é uma raça que muito provavelmente será encontrada junto de um hipster. E não adianta perguntar se a pessoa é hipster porque ela nunca vai dizer que é. Ela inclusive terá alguma teoria anti-hipster decorada, para se desidentificar, mas conversando com ela você vai descobrir que ela gosta de ouvir LP, só frequenta a Augusta de segunda-feira, prefere tirar fotos analógicas com uma câmera Lomo, e adora Tulipa, ou seja, HIPSTER.

galgos

Personalidade: dizem que é um cão que precisa correr a todo tempo, e se não estiver com coleira você corre o risco de perdê-lo para sempre. Por ser muito magro, ele prefere lugares mais fofos como a sua cama ou travesseiro, é friorento e sofre fraturas com facilidade.

É carente, carinhoso e apegado. Iaí?

 

 

 

a irresistível batata frita “crisscut” do Carl’s

Você já deve saber que abriu um Carl’s por aqui, certo? Tem no Shopping Villa Lobos em São Paulo, fica na Praça de alimentação. O que você talvez ainda não tenha descoberto é a maravilhosa batata frita que eles vendem. Ela tem um formato de jogo da velha, é bem temperadinha, robusta, possui um purezinho dentro, tem aquele picante agradável, inclusive para os não chegados em pimenta. A batata frita “Crisscut” lembra muito a batata em espiral do Arby’s, aquela rede de hambúrgueres feitos com rosbife que não existe mais no Brasil, alguém lembra desse Fast-food?

 

A Crisscut <3

C_CrissCutFries_Menu

A batata espiral do Arby’s <3

arby's

 

Vai lá provar e me conta!