gírias idosas: coleção virtual #3

downloqqqqad

Se você tem um pai, um tio, alguém que possua a sabedoria de [não] nos despertar o riso através de célebres frases, que não fazem sentido ou não são engraçadas junte-se a essa coleção e colabore:

“tá mais por fora que umbigo de vedete”

” aquele menino é um pão”

” meu signo é caranguejo e o seu é balança.”

“hoje eu flertei na balada.”

“é bonita de fechar o comércio”

“aquele senhor bateu as botas.”

“iai? chuchu beleza?”

” foi tudo culpa daquele gorducho.”

“você é do peru ein”

“eeeehhhh panaca.”

“tinha que ser a dona Maria”

” vamos curtir a beça o feriado.”

“nem que a vaca tussa.”

“Vai procurar sua turma.”

“seu bolha!”

“ora bolas”

“sem chorumelas.”

envie a sua….

Trailers que nos despertam: coleção virtual #2

Trailers, sim sou fanático por trailers, trailers são a vitrine de uma boa edição, tem que dar vontade, sem entregar as melhores partes, tem que ter uma pista chamativa, existem trailers que são melhores do que os próprios filmes, começo a coleção com eses e você pode mandar o seu:

Comer Rezar e Amar: pra quem é viajante eu diria que impossível não se apaixonar por Julia Roberts versão viajante.

 

A dama de ferro: um trailer com “our house” do Madness nunca é de se jogar fora, ainda com a prsença de Meryl Streep.

 

Helena: esse maravilhoso doc. brasileiro possui tanta poesia, imagens, pianos e o trailer é um belo convite.

 

Pânico 3: o trailer da suposta conclusão da saga, traz uma síntese das regras dos deliciosos filmes de terror anos 90. #HelloSidney

 

Planeta Terror: Robert Rodriguez e seu filme mais perigoso, mais B, mais caliente, e a musiquinha do final da todo um clima.

 

Batman – o cavaleiro das trevas ressurge: a conclusão da trilogia Nolan tem um trailer eletrizante, com o hino dos EUA no estádio e depois Gotan indo abaixo.

 

 

Bebês: juro, fui ver esse doc. por causa do trailer, e a música é tão pra cima, e as imagens gostosas.

 

Em chamas: a turnê da vitória. o que teria acontecido aos tributos, o trailer da boas pistas e bastante vontade de ver.

 

e o seu trailer do coração, qual é?

Prazeres Amelie: coleção virtual #1

A partir de hoje, mais uma sessão/invenção pousa aqui no ~Favoritei~; a sessão “coleções virtuais” trará tópicos abertos, que nunca terminam, que serão enriquecidos por mim e por quem quiser contribuir. Começo a coisa toda com mais uma menção ao filme “Amelie Poulain” e seus pequenos prazeres. “Prazeres Amelie” são hábitos cotidianos – ou não- que nos causam algum tipo de prazer, uma sensação boa, um sentido confortável para o momento, talvez o mais famoso seja “estourar o plástico-bolha,”. Listo aqui os meus e os seus, assim que você resolver dividi-los comigo:

s2wuntitled

barulho do lápis no papel

textura do talco

lamber a massa de bolo que sobra na batedeira…

brincar de andar em  ângulos de 90º

Tirar o Picles do Big Mac

Cafuné no pulso

Perceber os outros sorrindo prum filme

Sentar em sofás de lojas

Nunca ouvir uma música até o fim

Rasgar pacotes de presentes

Espirrar 3 vezes

Cheiro de sandálias Melissa.

Dar nota pro pé dos outros.

Pedir um trago.

Tomar banho no escuro.

Desenhar na mesa do Viena.

Tirar pele quando estou descascando.

“Tropeçar” dormindo.

Fazer bigode com caneta em fotos de revista.

Morder macarrão al dente.

Passar por uma sequencia de  faróis amarelos

Descascar a cola seca dos dedos

Comer pizza com a mão

Ver filme de terror e dormir com os pés pra dentro da coberta.

Clicar em “inicio” no Orkut/ clicar nas cataporas vermelhas de atualização do Facebook.

Fumacinha de café quente.

Tirar o soro do creme de leite.

Quando eu corrijo o risquinho vermelho do corretor do Word.

Tombo de criança (caem por nada)

Xérox quentinha.

Comer só o recheio das Traquinas e só a cobertura do bolo.

Contar o tempo de uma estação para outra no metrô

Cheiro de esmalte.

Achar guloseima escondida na dispensa.

“Zebras” em Copa do Mundo = quando o time mais fraco ganha.

Puxar a tirinha que abre o pacote de bolacha.

Achar um bombom “Sensação” na caixa de especialidades Nestlé.

Fazer gol olímpico.

Dar rolinho no futebol.

continua…